20.8 C
Nova Iorque
quarta-feira, agosto 17, 2022

Time Reserva Do Bahia Vacila No Final Do Jogo E Consegue Apena So Empate Com O Campinense

jogo_campinense_x_bahia

Time reserva do Bahia vacila no final do jogo e cede empate ao Campinense

Em uma partida que valia tudo para o Campinense e nada para o Bahia, um gol no minuto final mudou os rumos da Copa do Nordeste. O Bahia abriu o placar no segundo tempo, mas, aos 47 minutos, Negretti marcou para o Raposa e reacendeu a esperança de permanecer no campeonato.

O JOGO– O Campinense precisava de um bom resultado para garantir a classificação e isso fez com o time iniciasse a partida indo para cima do Bahia. Em dez minutos, o goleiro Douglas Pires foi exigido, mas sem grandes sustos. Com o tempo, o chamado time alternativo do Bahia, começou a pegar o ritmo da partida e passou a ganhar confiança. Zé Roberto chegou a marcar, mas esta impedido. No final da primeira etapa, o jogo terminou em 0 a 0.

Ainda mais pressionado, o time da casa tentou levar perigo ao gol do Bahia, mas parou no goleiro Douglas Pires. Como aconteceu no primeiro tempo, o tricolor foi ganhando espaço e conseguiu abrir o placar aos 23 minutos, com gol de Tchô, que recebeu passe na entrada da área, passou pelo marcador e chutou colocado.

A partida que já parecia definida, mudou drasticamente aos 49 minutos, Negretti garantiu a festa da torcida do Campinense, que chutou forte dentro da área. Na arquibancada ouvia-se os gritos de “o campeão voltou”. Com o resultado, a equipe de Francisco Diá se classificou para a próxima fase da Copa do Nordeste como o terceiro melhor segundo colocado.

*Foto: Nelsina Vitorino / Jornal da Paraíba

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA:

Campinense 1 x 1 Bahia

Copa do Nordeste – 6ª rodada

Local: Estádio Amigão, em Campina Grande (PB)

Data/Horário: 18 de março, às 22h

Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE), auxiliado por Ricardo Guimarães Pereira e Victor Oliveira Cruz

Cartões amarelos: Rômulo, Robson, Carlos (BAH)

Gols: Tchô (BAH); Negretti (CAM)

Campinense

Gledson; Edy (Reginaldo), Gabriel Valongo, Jairo e Jefferson Recife; Negretti, Neto, Leandro Santos e Luiz Fernando (Willian); Felipe Alves e Alvinho. Técnico: Francisco Diá.

Bahia

Douglas Pires; Yuri, Chicão, Robson e Patric (Carlos); Feijão, Bruno Paulista, Rômulo (Lenine) e Tchô (Luan); Williams Santana e Zé Roberto. Técnico: Sérgio Soares.

comentários

Postado em: 19/03/2015 – 12:06

Deixar uma resposta

Artigos relacionados

Stay Connected

0FãsCurtir
3,434SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Artigos Mais Recentes