26.4 C
Nova Iorque
sábado, agosto 13, 2022

Moradores do Imbuí fazem ato simbólico e pedem mais segurança pública

Home >> BRASIL >> Menino de 10 anos rouba carro, atira na polícia e acaba morto em São Paulo

Moradores do Imbuí fazem ato simbólico e pedem mais segurança pública

Moradores do Imbuí, em Salvador, realizaram um ato na tarde deste sábado (8/8), na praça do bairro, para pedir mais segurança no local. Cerca de 300 pessoas participaram da manifestação pacífica, que contou com a presença do vereador Euvaldo Jorge (PP), morador do bairro há 30 anos.

O ato teve início com uma oração realizada pelo padre da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, situada no bairro, em seguida, os moradores caminharam pela praça, sem atrapalhar o trânsito. A morte do estudante Felipe Rauta Cabral, de 25 anos, foi o que culminou a manifestação. A mãe do jovem, Ana Luiza Cabral, desabafou e criticou o Estado por não oferecer mais segurança à população. “Muitos falaram pelo fato do meu filho estar dentro do carro naquele horário, mas meu filho não é o culpado. A culpa é do Estado que não oferece segurança”, disse ao site Bocão News.

Foto: Comunica Bahia

Para o vereador Euvaldo Jorge, a insegurança é um fator que tem tomado conta da cidade. “Acredito que estes crimes no Imbuí são motivados pelo crescimento do bairro. Mas, é preciso ressaltar que esta situação se alastra por toda a cidade, e é preciso que todos da sociedade se unam para mudar esta triste realidade”, frisou.

CRIME- O administrador Felipe Rauta Cabral foi abordado por dois homens, que pediram a chave do seu Hyundai HB-20, por volta de 2h30. Na confusão, um dos bandidos atirou no jovem, que não resistiu ao ferimento. Na ação criminosa, a estudante de jornalismo Aymée Francine, que estava com Felipe quando foi baleado, foi raptada pelos bandidos e libertada nas imediações da Estação Pirajá, sem ferimentos.

A Polícia  Civil divulgou nesta quarta-feira (5/8) o retrato-falado de um dos envolvidos no crime.  Quem tiver alguma informação que possa ajudar a polícia a localizar os criminosos, deve entrar em contato com a polícia nos seguintes números: 190 / Disk Denúncia  (71) 3235-0000 / Serviço de Investigação da Polícia Civil (71) 3116-1765 ou 3116-1760 / Central da PM: (71) 9984 2699 ou 9984 8696. As denúncias podem ser feitas de forma anônima

comentários



Última atualização: 08/08/2015 ás 7:49 PM

Deixar uma resposta

Artigos relacionados

Stay Connected

0FãsCurtir
3,432SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Artigos Mais Recentes