30 C
Nova Iorque
quinta-feira, agosto 18, 2022

Estudante E Estuprada Apos Ser Rendida Em Ponto De Onibus No Rio Vermelho Policia Divulga Retrato Falado

Atualizado em: 22/12/2016 14:46
Novas / SALVADOR / slide | By jg jg

Estudante é estuprada após ser rendida em ponto de ônibus no Rio Vermelho



Foto: Divulgação

Uma estudante de 21 anos foi atacada por um homem quando estava em um ponto de ônibus na Avenida Juracy Magalhães, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, e acabou sendo estuprada por ele em um matagal.

Ele cometeu o crime chamando a vítima pelo nome de uma mulher, que disse ser o da namorada.

O caso ocorreu no sábado passado (17/12), mas na manhã desta quinta-feira (22/12) a Polícia Civil revelou detalhes do caso e divulgou retrato falado do suspeito.

O crime está sendo investigado pela delegada Francineide Moura, titular da 28ª Delegacia Territorial (DT/Nordeste de Amaralina).

A estudante contou à polícia que foi atacada, por volta das 19h, quando estava no ponto de ônibus próximo ao Vale das Pedrinhas, sentido Avenida ACM, quando foi abraçada pelas costas pelo criminoso, que a beijou no rosto e pediu que passasse a mão no corpo dele.

A vítima percebeu que ele estava armado com uma faca e o acompanhou como se fossem namorados.

De acordo com a Polícia Civil, no matagal, o criminoso obrigou a vítima a tirar a roupa e permaneceu com ela por mais de duas horas.

A vítima relatou em depoimento que o estuprador revelou ter saído recentemente do presídio e que queria saber o nome dela, idade e o que fazia, pois a levaria de volta ao ponto, e, se fossem abordados, diria que eram namorados.

A jovem entrou em estado de choque e foi socorrida ao Hospital Geral do Estado (HGE) após o crime. Depois, foi encaminhada para realização de exames e receber medicamentos no Hospital Couto Maia.

De acordo com a polícia, o retrato falado foi elaborado pela Coordenação de Topografia, Modelagem e Desenho, do Departamento de Polícia Técnica (DPT), e mostra um homem aparentando entre 20 e 22 anos, pardo claro, alto, cabelos e cavanhaque descoloridos.

Informações sobre o paradeiro do criminoso podem ser dadas ao Disque Denúncia no telefone 3235-0000 ou para os números 3116-3108 ou 3116-3112, que pertencem à 28ª DT/Nordeste de Amaralina. Segundo a Polícia Civil, o anonimato é garantido. Com informações do G1 Bahia.



comentários


Artigos relacionados

Stay Connected

0FãsCurtir
3,438SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Artigos Mais Recentes