19.2 C
Nova Iorque
terça-feira, agosto 16, 2022

Com apoio da torcida, Vitória goleia Mogi Mirim na Fonte Nova e sobe para 3º

Home >> BRASIL >> Expectativa do consumidor cresce em agosto, mas fica abaixo da média histórica

Com apoio da torcida, Vitória goleia Mogi Mirim na Fonte Nova e sobe para 3º

Após uma mini excursão, da qual trouxe quatro pontos na bagagem em dois jogos, o Vitória voltou a vencer no Campeonato Brasileiro da Série B na noite desta terça-feira (15/9) e retomou o terceiro lugar, perdido para o arquirrival Bahia. Jogando na Arena Fonte Nova, o rubro-negro contou com o apoio de 16 mil torcedores para golear o lanterna Mogi Mirim por 4 a 1. Um dos destaques do jogo foi o garoto David, autor do primeiro gol baiano após bonita jogada. Superior durante toda a partida (vacilou apenas no início da segunda etapa), a equipe de Vágner Mancini chegou ao segundo tento com o lateral Diego Renan. No início do segundo tempo, Luiz Fernando, de pênalti, diminuiu para os paulistas. Euller e Elton decretaram o triunfo para os mandantes. Com o resultado, o Vitória chega aos 45 pontos, e volta à terceira colocação na Série B. O time baiano volta a campo já na sexta-feira, para encarar o vice-lanterna ABC, em Natal. Já o Mogi permanece na última colocação do campeonato, com 22 pontos, e no sábado pega o Paraná no Romildão.

Jogadores rubro-negros comemoram gol contra o Mogi | Foto: ESPN

O JOGO – Como era de se esperar, o Vitória foi amplamente superior durante toda a partida e, já nos primeiros minutos, sufocou a equipe paulista em busca do gol. Logo aos dois minutos, o zagueiro Kanu recebeu cruzamento na área, desviou de cabeça e mandou por cima da meta defendida por Mauro.

Aos seis minutos, em mais uma jogada aérea, Rhayner dividiu com o goleiro do Mogi e quase mandou para a rede. Após o choque, o atacante rubro-negro foi ao chão e teve de receber atendimento, porém, nada de mais grave aconteceu com o jogador.

O gol era questão de tempo, e veio aos 14 minutos. Diego Renan cruzou da direita e o garoto David dominou, limpou a marcação com estilo e bateu de esquerda para a rede da Fonte Nova. Um belo gol do jovem da base rubro-negra.

Nas arquibancadas, a torcida do Vitória se inflamou e fazia muito barulho. Empolgada, a equipe rubro-negra continuou dominando e, aos 14, ampliou. O lateral esquerdo Diego Renan, autor do passe para o primeiro gol e que jogou improvisado na direita, recebeu de Pedro Ken e bateu por entre as pernas do arqueiro Mauro.

Os 2 a 0 não foram suficientes para fazer o Vitória se contentar e acalmar o jogo. Incansável, a equipe baiana continuou atacando. O atacante Elton teve duas chances de fazer o terceiro ainda no primeiro tempo. Aos 36, após contra-ataque, o camisa 9 estava livre de frente para o goleiro Mauro e, ao invés de bater para o gol, tentou tocar de lado e a defesa do Mogi chegou afastando. Um minuto depois, após cruzamento, o jogador cabeceou para boa defesa de Mauro.

Os minutos finais da primeira etapa foram eletrizantes. Aos 38, o Mogi Mirim chegou à sua primeira chance de gol do jogo. Júnior Juazeiro recebeu cruzamento da direita e, totalmente livre na pequena área, cabeceou por cima do gol.

Torcida compareceu em bom número: 16 mil pagantes na Fonte Nova | Foto: Reinaldo Oliveira / Twitter

O Mogi mostrou que não estava morto na partida. Logo aos dois minutos da etapa complementar, o zagueiro Elton foi puxado por Pedro Ken dentro da área, e o árbitro assinalou penalidade máxima. Na cobrança, Luiz Fernando conferiu e colocou os paulistas de volta no páreo.

Nas arquibancadas, a massa rubro-negra fazia sua parte, empurrando a equipe em busca de mais um gol. E o time correspondeu dentro de campo, neutralizando a tentativa de reação do Mogi e tomando de volta o controle da partida.

Aos 16 minutos, o meia Flávio quase marcou um gol de placa na Fonte Nova. Do meio da rua, o camisa 10 aproveitou bobeira da defesa paulista e arriscou. A bola, caprichosamente, encobriu o goleiro, beijou o travessão e foi para fora.

Era questão de tempo o terceiro gol do Vitória. E ele veio aos 31 minutos. Rhayner bateu da entrada da área, Mauro defendeu e, no rebote, o lateral Euller mandou para a rede. O caldeirão que já era a Fonte Nova se inflamou ainda mais.

Quatro minutos depois, após uma bela troca de passes do ataque rubro-negro, David tocou para Elton, que empurrou de perna esquerda para o gol, fazendo o quarto do time na partida e fechando a goleada. As informações são do ESPN.

Confira os principais lances da partida.

FICHA TÉCNICA:

VITÓRIA 4 X 1 MOGI MIRIM

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 15 de setembro de 2015, terça-feira

Hora: 20h30 (de Brasília)

Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)

Assistentes: Evandro Gomes Ferreira (GO) e Jesmar Benedito Miranda de Paula (GO)

Cartões Amarelos: Pedro Ken e Rhayner (Vitória); Franco, Melk e Júnior Juazeiro (Mogi Mirim)

GOLS:

VITÓRIA: David, aos 14, e Diego Renan, aos 20 minutos do primeiro tempo; Euller, aos 31, e Elton, aos 35 minutos do segundo tempo

MOGI MIRIM: Luiz Fernando (pênalti), aos três minutos do segundo tempo;

VITÓRIA: Gatito Fernández; Diego Renan, Kanu, Ramon e Eulle (Marcelo)r; Amaral, Flávio (Jorge Wagner), Pedro Ken e Rhayner; David e Elton. Técnico: Vagner Mancini

MOGI MIRIM: Mauro; Michel Tiago (Rafinha), Fábio Sanches, Elton e Dieguinho; Magal, Melk, Franco, Luan (Léo Bartholo) e Luiz Fernando; Júnior Juazeiro (Heré). Técnico: Sérgio Guedes

comentários



Última atualização: 09/16/2015 ás 1:03 AM

Deixar uma resposta

Artigos relacionados

Stay Connected

0FãsCurtir
3,434SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Artigos Mais Recentes