20.8 C
Nova Iorque
quarta-feira, agosto 17, 2022
Array

‘Cantei para aliviar o sofrimento dela’, diz maqueiro que acalentou paciente em hospital de Salvador

Home >> ECONOMIA >> Mais de 1 milhão não sabe que tem abonos do PIS/Pasep a receber; saiba se você é um deles

‘Cantei para aliviar o sofrimento dela’, diz maqueiro que acalentou paciente em hospital de Salvador

Foto: Reprodução / TV Bahia

O maqueiro Idelmar Pereira dos Santos, 56 anos, se transformou numa celebridade da noite para o dia após aparecer em uma foto segurando no colo uma paciente idosa do Hospital Eládio Lassérre, no bairro de Cajazeiras, em Salvador. A imagem foi publicada no Facebook pela operadora de telemarketing Ingrid Velame, que estava visitando uma amiga internada na unidade, e relatou o tratamento dado pelo profissional à paciente.

Segundo o jornal Correio*, a idosa, de 86 anos, precisava de um colchão casca de ovos para aliviar as dores causadas pela ausência de movimentos. Idelmar chegou no exato instante e fez a solicitação à enfermeira. Durante a troca, pegou a paciente no colo e começou a cantar “ontem te encontrei, você estava tão bonita, demais, parecia até que nada aconteceu”, canta ele um trecho da música “Tá Fazendo Falta”, de Joanna.

O maqueiro conta que ela estava com dores provocadas pelas feridas. “Eu cantei pra aliviar o sofrimento dela, não tem quem não se sensibilize com paciente debilitado, eu gosto do que faço e ajudo porque é preciso”, diz.

Idelmar exerce a função de maqueiro há 4 anos pela empresa SM Gestão Hospitalar, para a qual trabalha há 16 anos. Antes, já havia sido motorista de ambulância. Além da unidade Eládio Lassére, auxilia também, no mesmo cargo, os pacientes do Hospital Professor Carvalho Luz, localizado em Nazaré.

Repercussão – Publicada na última sexta-feira (15), a foto já passa dos 84 mil compartilhamentos no perfil de Ingrid e o maqueiro só teve conhecimento da situação pelos vizinhos, quando já estava chegando em sua casa, na Federação.

Sobre a repercussão, ele disse que está muito feliz, pois não costuma ser reconhecido. “Achei maravilhoso. Sempre faço aquilo, canto para o paciente, só trabalho cantando. Agora as pessoas já até me cumprimentam na rua, estou bombando”, brincou.

O colega de trabalho Renaldo Barbosa, porteiro do Carvalho Luz, atesta o jeito de Idelmar. “Ele é extrovertido, um amor de pessoa e sempre foi assim disposto a ajudar”, comentou. As informações são do jornal Correio*.

comentários



Última atualização: 04/23/2016 ás 3:30 AM

Artigos relacionados

Stay Connected

0FãsCurtir
3,434SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Artigos Mais Recentes