19.2 C
Nova Iorque
terça-feira, agosto 16, 2022

Briga entre casal de PMs termina com os dois mortos em Mussurunga

Home >> manchetes >> Briga entre casal de PMs termina com os dois mortos em Mussurunga

Briga entre casal de PMs termina com os dois mortos em Mussurunga

Ana Gleides e Maurício estavam juntos há cinco anos, mas estavam brigados | Foto: Reprodução

Uma briga entre os soldados Ana Gleides Santos de Sousa e Maurício Cruz de Souza, da Polícia Militar, terminou com os dois mortos na manhã desta sexta-feira (30/10), na residência do casal, no bairro de Mussurunga, em Salvador. De acordo com informações da 49ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/São Cristóvão), o caso aconteceu por volta das 7h30, dentro de uma casa no caminho 51, setor L, em Mussurunga II.

Segundo a CIPM, os policiais haviam rompido o relacionamento recentemente, mas o término ainda era motivo de discussões constantes. Após a separação, segundo os vizinhos, cada um estaria morando em um andar do imóvel.  A polícia acredita que Maurício tenha matado a tiros a ex-companheira e tirado a própria vida em seguida. Vizinhos relatam que ouviram quatro tiros em sequência e depois mais um.

Em nota, a assessoria da Polícia Militar lamentou o falecimento dos soldados. Ana Gleides atuava no Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) e o Maurício Cruz era lotado no Batalhão de Polícia de Guardas.

De acordo com os vizinhos, que ouviram a confusão e chamaram o irmão dele para ir até o local, os PMs eram casados há mais de cinco anos. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) chegou ao local às 9h45. Alguns colegas de trabalho do casal estiveram no local do crime. Equipes da 49ª CIPM e da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foram encaminhadas ao local. De acordo com a delegada plantonista Vera Nice, será a PM que investigará o caso.

De acordo com o perito Jair Gomes, do DPT, Maurício atirou contra ele mesmo. Em toda a casa só foi encontrada uma pistola calibre .40. Ele morava no térreo, ela no primeiro andar. O corpo de Ana Gleides foi encontrado na porta do quarto da casa em que ela morava. Ela foi atingida por vários tiros — são três perfurações na cabeça, duas nas costas, uma no queixo, uma no ouvido e outra no antebraço, conforme o perito.

O casal não tem filho, mas Maurício é pai de um rapaz de 18 anos, que esteve no local. Os pais do PM são vizinhos da casa em que morava o casal. Com informações são do jornal Correio* e do Bocão News.

comentários



Deixar uma resposta

Artigos relacionados

Stay Connected

0FãsCurtir
3,434SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Artigos Mais Recentes