Sociabilização de filhotes: por que apresentá-los ao mundo desde cedo?

Por Allexandre Coutto, adestrador e franqueado da Cão Cidadão

Você gostaria de ter um cão reativo com as visitas em casa? Gostaria de ter um cão agressivo com outros animais ao passear na rua? Ou um cachorrinho que fica desesperado e corre para debaixo da cama tremendo quando você vai limpar a casa com o aspirador de pó?

Acredito que nenhum desses três comportamentos são desejados por nós. Geralmente, essas atitudes de reatividade, agressividade ou medo acontecem porque o cão não foi bem socializado enquanto filhote. Mas, se desde cedo ele for apresentado ao mundo com todos os cuidados, evitaríamos, na maior parte das vezes, esses comportamentos futuros.

Até os três meses ele passa por um período que chamamos de fase de sociabilização. Nessa idade eles estão mais receptivos a adquirir novas experiências. Então, se começarmos a sociabilizar nosso cão ainda filhote, mais rápido ele irá interagir com pessoas, animais, objetos, barulhos e situações.

Sabemos que neste período o nosso animalzinho ainda está indefeso por não ter tomado todas as vacinas, e acabamos perdendo essa fase tão importante por não poder sair de casa. Então, essa exposição tem que ser apresentada de uma forma segura. A seguir, relatarei como podemos apresentar nossos filhotes ao mundo. É bom lembrar que devemos consultar nosso veterinário para que ele esteja ciente.

Pessoas

Quanto mais pessoas de diversos tipos seu filhote conhecer, melhor. A sociabilização tem que abranger o máximo de características, como idades (bebes, crianças, adultos e idosos), etnias (brancos, afrodescendentes, ruivos e loiros), gênero (homem e mulher), comportamentos (pessoas que falam alto, calmas, que fazem movimentos bruscos), além de pessoas magras, obesas, cabeludas ou carecas, com barba e por aí vai.

Sei que existe um leque muito extenso de tipos de pessoas e não conseguiremos dar conta do recado, mas, quanto maior for a quantidade e tipos, mais seu cão estará familiarizado e sociabilizado.

A apresentação tem de ser de maneira agradável e segura. Uma das melhores formas é chamar amigos na sua casa para conhecer o filhote e deixá-lo interagir com brinquedos. Assim, a sociabilização será positiva para o cão.

Animais

Com os animais é o mesmo esquema. Temos que apresentar todos os tipos de cães: macho, fêmea, pequeno, grande, peludo, pelo curto, branco, marrom, preto, calmo, agitado etc.

A apresentação do seu filhote tem de ser com cães conhecidos, que você sabe que não oferecerão nenhum tipo de risco ao seu peludinho.

Esse encontro pode ser em sua casa ou em um local que seja limpo para evitar risco de doenças. Uma outra boa sociabilização que pode ser feita é levar seu cão no colo ao parque deixando ele ver outros cãezinhos.

Objetos, barulhos e situações

A apresentação de objetos é importantíssima para que o filhote não cresça com medo deles. Exemplos: aspirador de pó, secador de cabelo, vassoura, carros, motos, ônibus, buzina, fogos.

Podemos aproximar esses objetos aos poucos, primeiro a distância proporcionando uma situação de brincadeira, carinho e comidinhas gostosas. Assim, ele entenderá que com a aproximação coisas boas acontecem. O mesmo vale para acostumar o seu filh%MCEPASTEBIN%ote a andar de carro.

Quanto maior o número de situações apresentadas neste período, melhor o seu cão será quando adulto. Lembre-se de que toda sociabilização de filhote tem de ser de uma maneira legal e positiva, pois, se o cão ficar assustado, pode se traumatizar e levar o trauma para o resto da vida.

Leave your vote

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

comentários

Mega Sena
2017/11/22
11 24 26 34 37 59
Dupla Sena 1
2017/11/23
20 23 35 39 44 47
Quina
2017/11/23
33 44 52 58 66
TimeMania
2017/11/23
04 24 42 55 72 77 78

Hey there!

Forgot password?

Forgot your password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Close
of

Processing files…