Atualizado em: 06/01/2017 11:09

Presídios Brasileiros; A escola do crime que é financiada pelo Estado e gerida pelas facções

Não é de hoje que se sabe a respeito do poder que as fações tem dentro dos presídios Brasileiros, neste mesmo veículo de comunicação já foram mostradas matérias onde os presos se juntam para gravar cantorias de apoio ás suas respectivas facções, fazem churrascos regados a carne e bebida alcoólica isso sem falar no livre uso de aparelhos celulares dentro das cadeias. Dessa vez, no massacre ocorrido em manaus, onde uma facção exterminou os membros de outra, novamente pudemos ver a força e comando que essas facções criminosas exercem sobre o lugar que deveria servir para os controlar.

O quadro prisional que temos hoje no Brasil é preocupante e parece não ter precedentes, enquanto o Governo finge dar solução, movendo os chefões do tráfico para outros presídios, as carceragem apenas mudam de dono, pois os policiais e carcereiros, silenciosos trabalhadores destes locais nada mais podem fazer a não ser assistir o dia a dia das rebeliões e mortes por vingança dentro dos presídios.

E o quadro se repete seja em Manaus ou Bahia, Rio ou São Paulo; O Estado gasta fortunas para manter os “encarcerados” lá dentro com o único intuindo de fingir ter controle sobre alguma coisa já para a facção, manter um associado no presídio é vantajoso pois assim ele será controlado, ensinado e terá de pagar as taxas de sobrevivência, e não gastará um centavo para dar alimento e hospedagem já que isso é bancado pelo Estado. O resultado é que os ladrões de galinha entram inexperientes e saem sócios de grandes facções pelo nosso Brasil. É o Estado financiando os presídios e os presos gerindo as escolas…digo…cadeias.

comentários