Cerca de 2.700 pessoas estão desalojadas após chuva em Candeias

Cerca de 2.700 pessoas estão desalojadas após as fortes chuvas que atingiram a cidade de Candeias, região metropolitana de Salvador. Segundo o coordenador da Defesa Civil do município, Erivaldo de Azevedo, as famílias preferiram ficar em casas de parentes.

Até domingo (12/4), o órgão registrou que cerca de 300 casas estão com estrutura comprometida, mas o número ainda pode aumentar já que as ocorrências ainda estão sendo catalogadas. Ainda segundo Azevedo, houve deslizamento parcial e completo de cerca de 30 casas. Em uma delas, duas pessoas tiveram escoriações leves e passam bem. Equipes da Defesa Civil do município alertam aos moradores que saiam das áreas de risco.

“Em alguns imóveis a parede caiu, o barro entrou, em outros o desmoronamento foi total. Nesta segunda-feira, uma equipe de segurança, junto a um geólogo foi fazer a reavaliação em áreas afetadas. A chuva veio forte e pegou todo mundo de surpresa”, relata o coordenado da Defesa Civil.

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA– O prefeito de Candeias, Sargento Francisco, decretou situação de emergência na cidade, devido às fortes chuvas que caem desde a última quarta-feira (8/4) na região. Segundo o Decreto nº 17/2015, o município não dispõe de recursos satisfatórios para o restabelecimento da normalidade diante do seu dever de proteger a população.

(Foto: Abdias Alves/Prefeitura de Candeias)
(Foto: Abdias Alves/Prefeitura de Candeias)

De acordo com o prefeito, o decreto de situação de emergência vai permitir que o município solicite recursos estaduais e federais para a construção de contenções. “Temos 45 encostas precisando de contenção, mas essas são obras de grande porte, que demandam recursos altos“, afirmou o prefeito através de sua assessoria.

Leave your vote

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

comentários

1.348 comentários em “Cerca de 2.700 pessoas estão desalojadas após chuva em Candeias