Haroldo Lima, do PCdoB baiano, morre de Covid-19

Bnews – Um dos expoentes do PCdoB baiano, o ex-deputado federal Haroldo Lima, morreu em decorrência do contágio do coronavírus. A informação foi confirmada pelo secretário da Saúde da Bahia, Fábio Villas Boas, em publicação na sua conta no Twitter. Lima estava internado na UTI lutando para sobreviver após ter contraído a Covid-19.

O PCdoB, nesta madrugada, soltou uma nota. “Haroldo lutou bravamente por longos dias contra a doença, mas não resistiu às complicações provocadas pelo novo coronavírus”, ressalta o comunicado da legenda comunista.

“Lamentamos profundamente a irreparável perda de um dos mais destacados quadros nacionais  do PCdoB nas últimas décadas e   prestamos irrestrita solidariedade aos familiares, aos amigos e aos militantes neste momento de dor. O exemplo de abnegação, de coragem, de firmeza, daquele que dedicou a vida à luta em defesa da democracia e da liberdade, e pela construção de uma sociedade mais justa e fraterna, é o legado que Haroldo Lima deixa para a geração que prosseguirá a luta pelo socialismo”, diz o texto.

Formado em engenharia pela Ufba, militantes político desde sua juventude chegando a ser dirigente da UNE, Lima foi funcionário da General Elétrica e COELBA entre 1967-1968; trabalhou na lavoura do cacau na região de Itabuna, com a missão de organizar os trabalhadores na clandestinidade; co-fundador da Ação Popular – AP (1961-1963); coordenador da Comissão Nacional Camponesa da Ação Popular (1969) e foi diretor geral da ANP – Agência Nacional do Petróleo. Um ano antes, em 2002, chegou a concorrer ao cargo de senador na chapa de Jaques Wagner. Foi deputado por cinco vezes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *